T.F.Style Cia de Dança apresenta Carne Urbana

blog-image
Compartilhe

T.F.Style Cia de Dança apresenta Carne Urbana em diferentes versões na Oficina Cultural Oswald de Andrade

Artistas que fazem residência com o T.F.Style de abril a junho se apresentarão sozinhos e em conjunto com a companhia de dança urbana contemporânea

Dez artistas da dança estão em processo de residência artística junto com os bailarinos do T.F.Style, companhia de dança urbana contemporânea que oferece ao público apresentações com os residentes entre abril e junho na Oficina Cultural Oswald de Andrade. As apresentações de Carne Urbana, a instalação coreográfica cujos procedimentos de criação estão sendo compartilhados com os novos artistas, acontecem dias 12 e 13 de abril, apenas com os integrantes do elenco da companhia; dias 17 e 18 de maio, com os integrantes do T.F.Style acompanhados pelos residentes; e 31 de maio e 1º de junho, apenas com os artistas residentes. O projeto Carne Urbana: Sobre.Vivência tem apoio do 24º Edital de Fomento à Dança para a cidade de São Paulo e os espetáculos acontecem sextas, às 20h, e sábados, às 18h.
Essa é a segunda edição do projeto de residência artística, que neste ano realizou ações semelhantes na Galeria Olido. “Já tínhamos oferecido workshops curtos, mas essa é a primeira oportunidade de oferecermos uma residência mais longa, em que os integrantes podem vivenciar todas etapas que fizeram parte da criação de Carne Urbana”, diz Igor Gasparini, diretor da Companhia. Para o artista, ainda que o trabalho tenha uma dramaturgia definida, a participação dos residentes é essencial para que as propostas da obra sejam ressignificadas. “O trabalho ganhou outra potência ao ser apresentado com 16 corpos em cena (oito integrantes da companhia e oito residentes) e, quando os artistas se apresentaram sozinhos, o T.F.Style pôde viver uma experiência de alteridade e de novas percepções sobre os significados de Carne Urbana”, conta. Também como parte do projeto, Igor Gasparini e Luiz Paulo Ragusa do T.F.Style Cia de Dança debatem com Eliseu Correa (Conceito Urbano) e Bernardo Stumpf (Artista independente - Curitiba/PR) o tema A Partir da Dança Urbana no dia 25 de abril, quinta-feira, às 15h, na Universidade Anhembi Morumbi.

 

Sobre o espetáculo Carne Urbana

O limite da carne em um tecido rasgado por relações urbanas. É chegar às vísceras. Encarnar. Para além da pele, chegamos à carne, que gera movimento e torna vivo o urbano. Um fluxo incessante de trocas entre corpo e cidade. Um corpo guiado pelas aparências, pela imagem, pela busca da longevidade. Um corpo que nega a morte e torna-se escravo da sobrevivência.

A solidão e o silêncio de cada um em meio ao caos de nossa existência, nos limites da vida urbana. Na sua eterna busca por alívio, por entorpecer-se, por dopar-se, a fim de livrar-se da dor de existir, de frustrar-se, de errar. Muitas vezes, é estar e não pertencer, necessitando de um esvaziamento no limiar do corpo morto. É preciso perder, deixar morrer, perceber o corpo que definha, engasga, emperra, interrompe, apodrece. E seguir, mesmo com a distopia de um lugar que revela gestos que quase desistem, que abandonam. O trabalho busca refletir sobre a fisicalidade dos corpos urbanos e as transformações do corpo, revelando percepções ora silenciadas internamente, ora escancaradas no bando, e que emanam nesta exposição de carnes.

Sobre o T.F.Style Cia de Dança

O T.F.Style Cia de Dança investiga a Dança Urbana Contemporânea e pesquisa as possibilidades de exercitar um pensamento contemporâneo do hip hop. Esta investigação concentra-se em descobrir novas possibilidades corporais a partir de técnicas de diferentes danças urbanas, mas desenvolvendo um trabalho autoral, marcado por um percurso de investigação das sensações que estimulam esses corpos a partir da individualidade dos intérpretes. A pesquisa parte das danças urbanas, mas vai transformando suas bases, criando e modificando suas referências, desenvolvendo essa pesquisa particular.

O grupo T.F.Style teve início em 2002, sob direção de Igor Gasparini. A partir de 2007, com a direção artística de Frank Tavantti e com o desenvolvimento do elenco, surge o T.F.Style Cia de Dança, passando a existir enquanto companhia de dança na cidade de São Paulo.

 

Ficha Técnica

Direção Geral e Concepção: Igor Gasparini. Direção Artística: Frank Tavanti. Intérpretes-Criadores: Igor Gasparini, Arthur Alves, Lucas Pardin, Luiz Paulo Cordeiro, Maju Kaiser, Márcia Marcos, Maria Emília Gomes, Natália Moura e Pasha Gorbachev.  Provocação Dramatúrgica: Thiago Alixandre. Provocação Corporal: Igor Gasparini, Frank Tavanti, Eduardo Fukushima, Márcio Greyk, Rafi Sahyoun, Robson Ferraz, e Thiago Alixandre. Desenho de Luz e Iluminação: Natália Peixoto. Desenho e Concepção de Som: Herí Brandino. Figurinos: Mayara Rosa. Produção: Jéssica Alonso. Duração: 70 minutos. Classificação: 14 anos.

 

Serviço

 

T.F.Style Cia de Dança – Carne Urbana

Dias 12 e 13 de abril, sexta, às 20h, e sábado, 18h

Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade (Rua Três Rios, 363 - Bom Retiro, São Paulo - SP, 01123-001)

Grátis

 

T.F.Style Cia de Dança e artistas residentes – Carne Urbana

Dias 17 e 18 de maio, sexta, às 20h, e sábado, 18h

Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade (Rua Três Rios, 363 - Bom Retiro, São Paulo - SP, 01123-001)

Grátis

 

Artistas residentes – Carne Urbana

Dias 31 de maio e 1º de junho, sexta, às 20h, e sábado, 18h

Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade (Rua Três Rios, 363 - Bom Retiro, São Paulo - SP, 01123-001)

Grátis

 

Sobre.Mesa de Debate: “A Partir da Dança Urbana”

Igor Gasparini e Luiz Paulo Ragusa (T.F.Style Cia de Dança), Eliseu Correa (Conceito Urbano) e Bernardo Stumpf (Artista independente - Curitiba/PR)

Dia 25 de abril, quinta-feira, às 15h

Local: Universidade Anhembi Morumbi.

Grátis

 

Muito obrigado por ter chegado até aqui...

Mas não se vá ainda. Ajude-nos a manter de pé o trabalho da Dança Brasil

O jornalismo vigia a arte da dança. Fiscaliza o poder em todas as suas dimensões.

Está a serviço da arte da dança e da diversidade de opinião.

Há 27 anos Dança Brasil exercita o jornalismo transparente e o espírito crítico, fiel à verdade factual, atenta a diversidade cultural na área da dança.

Nunca antes o jornalismo se fez tão necessário e nunca dependeu tanto da contribuição de cada um dos leitores.

Faça parte da Dança Brasil assine, contribua com um veículo dedicado a produzir diariamente uma informação de qualidade, profunda e analítica.

A arte da dança agradece.

Clique no link abaixo e faça sua assinatura anual apenas R$ 55,00

https://www.paypal.com/webapps/hermes?token=32F02702HK5524050&useraction...