Simpósio Internacional de Dança (SID)

blog-image
Compartilhe

Encontro. Esta é a palavra que define o I Simpósio Internacional de Dança (SID) que será realizado, entre 31 de maio e 02 de junho, em BH. Vão estar juntos grandes referências da dança e bailarinos em formação, por meio de workshops, palestras, seminários, curso para professores e profissionais da dança. E, ainda, duas noites de Mostra Não Competitiva com abertura composta por companhias e artistas profissionais convidados. A produção do evento se prepara para receber artistas da dança de todo Brasil. A bailarina Ady Addor será a grande ícone convidada para ministrar uma Master Class, professora e coreógrafa, foi a primeira bailarina em companhias de renome como Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ballet do IV Centenário da Cidade de São Paulo, Ballet Nacional da Venezuela, Ballet Nacional de Cuba e American Ballet Theatre, de Nova York. O SID BH vem com uma programação diversificada que provoca uma profunda reflexão sobre os caminhos percorridos pelos artistas da dança. Mas ao mesmo tempo, se tem consciência de que nesta 1ª edição linguagens importantes da dança ainda não foram contempladas, o que se espera realizar nas próximas edições. Entre os profissionais convidados destacam-se, a crítica de dança Helena Katz, o coreógrafo argentino Luis Arrieta, o bailarino e coreógrafo mineiro Tuca Pinheiro, a coreógrafa italiana Roberta Fontana, a referência brasileira de lyrical jazz Erika Novachi e a bailarina, professora e pesquisadora mineira Regina Amaral. Além de Companhias de Dança, como o 1º Ato Grupo de Dança, Camaleão Grupo de dança, Cia Mário Nascimento, Raça Cia de Dança, Fusion Cia de Dança, Cultura do Guetto e Ballet Jovem Minas Gerais

Para Elaine Reis, idealizadora e diretora do SID, esse formato de Simpósio vem agregar e incentivar o intercâmbio e troca entre nomes nacionais e internacionais. E, ainda, incentivar um diálogo em direção a novas perspectivas, fora desse formato de eventos competitivos de dança.

Para Elaine Reis, idealizadora e diretora geral do SID, esse formato de Simpósio vem incentivar o intercâmbio e troca entre nomes nacionais e internacionais. E, ainda, agregar um diálogo em direção a novas perspectivas, para além do formato de eventos competitivos de dança.

EXPERIÊNCIA E MATURIDADE

O tema do evento “Experiência e Maturidade – a história viva da dança registrada nos corpos de grandes mestres e passada de geração em geração” tem o objetivo de valorizar os profissionais que construíram a dança no Brasil.

“Este evento irá reunir pessoas que estão envolvidas com a dança num contexto geral, são professores, críticos, diretores de escolas, empresários da dança e indiretamente os prestadores de serviço para a dança, como iluminadores, produtores e fornecedores”, ressalta Rosilene Freitas, coordenadora de comunicação do SID-BH.

“A idéia é fazer um movimento que gere produção e conhecimento para todo mundo e que todos se encontrem numa relação mais horizontal, de igual para igual”, diz Igor Pitangui , coordenador geral do evento.

MOSTRA NÃO COMPETITIVA

A Mostra Não Competitiva foi pensada para que grupos e bailarinos que não têm o perfil competitivo e até crianças possam dançar e receber um feedback artístico de grandes mestres. “A Mostra é uma forma de fazer com que a geração que está chegando possa experienciar a imersão da formação, o reconhecimento e a valorização dos processos e não somente dos resultados”, completa Elaine.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 31/05 – quinta-feira

· Workshops

· Festa de Boas Vindas

Dia 01/06 – sexta-feira

· Workshops

· Palestra e Seminário

 · Espetáculos de Cias Convidadas

· Mostra Não Competitiva

Dia 02/06 – sábado

· Workshops
· Palestra e Seminário
· Espetáculos de Cias Convidadas
· Mostra Não Competitiva

Os Workshops serão realizados no Studio It e os Espetáculos, Palestras e Seminários e Mostra Não Competitiva, no Teatro Sesiminas em Belo Horizonte – Minas Gerais

Assista o video:

https://www.facebook.com/simposiodanca/videos/1674061959326414/