SESC PINHEIROS RECEBE ESPETÁCULOS E OFERECE OFICINA

blog-image
Compartilhe

Sesc Pinheiros recebe três atividades de dança neste mês. A primeira delas é a oficina Rasa e Butoh - Empatia Na Dança, com a bailarina e coreógrafa Wendy Jehlen. A atividade é voltada a bailarinos, atores e estudantes de dança e as inscrições estão abertas na Central de Atendimento (3º andar). Quem gosta de apreciar a linguagem por meio de espetáculos terá a oportunidade de ver duas montagens na Unidade. De 21 a 29/3, terças e quartas, Mauricio Flórez apresenta UM. O espetáculo é gratuito e ocorre sempre às 20h30, na Praça. Já nos dias23 e 24/03, quinta e sexta-feira, às 21h, a Mimulus Cia. de Dança apresenta Do Lado Esquerdo De Quem Sobe, no Teatro Paulo Autran.

Rasa e Butoh - Empatia Na Dança

Na oficina Rasa e Butoh - Empatia Na Dança, a coreógrafa e bailarina Wendy Jehlen trabalha o desenvolvimento de técnicas e práticas que buscam explorar o propósito do performer, conforme o entendimento nas tradições de dança e teatro indiano, por meio de rituais que pretendem estimular e desenvolver a empatia, tanto no artista, quanto no público. O processo terá como base a teoria ‘Rasa’ (essência) que trabalha a emoção como forma de transmissão dos sentidos, apresentando também técnicas do 'Butoh', como movimento contemporâneo e ritual pós-moderno para um trabalho interno.

 

SOBRE WENDY JEHLEN

Wendy Jehlen é uma coreógrafa americana que trabalha a partir da abordagem única do movimento, em que incorpora elementos de uma ampla gama de estilos da dança, tais como Bharata Natyam, Odissi e Kuchipudi (técnicas que aprendeu na Índia e nos EUA); Capoeira, Kalaripayattu, dança ocidental africana, Butoh e dança moderna e contemporânea.

 

SERVIÇO

OFICINA “RASA E BUTOH - EMPATIA NA DANÇA” - COM WENDY JEHLEN

De 14 a 17/03. Terça a sexta, das 14h30 às 18h30

Local: Sala de Múltiplo Uso (3º andar)
Valores: R$ 30,00 (inteira). R$ 15,00 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). R$ 9,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes. Inscrições na Central de Atendimento (3º andar) da Unidade. Vagas limitadas. Atividade dirigida à bailarinos, atores e estudantes de dança maiores de 16 anos.

UM

UM apresenta a experimentação de atmosferas risíveis através da dança, a partir da pesquisa por um corpo com intensidades cômicas e movimentos primitivos. As principais referências para as investigações do bailarino Mauricio Flórez foram os pensamentos de artistas plásticos como Wassily Kandinsky, Joan Miró e a artista Naif brasileira Isabel de Jesus, reconhecidos por suas palhetas alegres, populares, poéticas e coloridas. O espetáculo propõe um mergulho em corporeidades vigorosas, absurdas e caricatas, que possibilitam conexões imprevistas e bem-humoradas. Trata-se de uma dança primitiva e intensa.  Um designa pessoa, animal ou algo ainda não mencionado ou identificado no texto ou no diálogo.

 

SOBRE MAURÍCIO FLÓREZ
Bailarino colombiano formado em dança pela Universidad de Antioquia em Medellín, atualmente faz parte do núcleo artístico da Key Zetta e Cia.

 

FICHA TÉCNICA – “UM”
Concepção, direção e interpretação:  Mauricio Flórez

Assistente de direção: Gustavo Miranda

Produção: Maíra Silvestre

Criação de trilha sonora: Daniel Tauszig – Participação de Leonardo Padovani (Violino)

Colaboração artística:  Fábio Furtado e Natalia Mendonça

Criação de luz: Clara Rubim

Figurino: Beto Souza

 

SERVIÇO

“UM” - COM MAURÍCIO FLOREZ

De 21 a 29 de março de 2017. Terças e quartas, das 20h30 às 21h30

Local: Praça.

Livre. Grátis.

Do Lado Esquerdo De Quem Sobe

Do lado esquerdo de quem sobe a Rua Ituiutaba em Belo Horizonte encontra-se a potência de encontro da dança com a vida urbana. Um lugar construído por várias histórias do passado e  dos pés que por ela passam. Palco de momentos triviais, os corpos desenham referências de um lugar trilhado pelos negros do final do século XIX e início do século XX. Prevalece nos gestos e movimentos, o encontro dos corpos pelo umbigo e sua ligação com a terra mãe, na complexidade e completude da cultura entre o  Brasil e a  África. Tal conexão aparece nos elásticos que substituem as correntes que prendiam os escravos, dando uma falsa sensação de liberdade para representar homens e mulheres de todas as raças.  História e cotidiano permeiam o espetáculo num tom delicado e romântico, marcado pela brasilidade e alegria do samba, presente em composições de Yamandú Costa que foram selecionadas para o espetáculo.

 

SOBRE A MIMULUS CIA. DE DANÇA

Com mais de 24 anos de existência, a Mimulus Cia de Dança tem direção artística de Jomar Mesquita e cumpre intensa programação anual, dentro e fora do país, na qual se incluem oficinas, cursos, espetáculos e eventos, distinguindo a realização de apresentações gratuitas e regulares para estudantes do ensino público. Destacam-se, ainda, as apresentações dos espetáculos da Companhia nos principais acontecimentos da dança mundial, como na Bienal de Lyon e a Maison de la Danse, o Festival Madrid em Danza e o Jacob’s Pillow Festival.

 

FICHA TÉNICA

Direção: Jomar Mesquita

Coreografia: Jomar Mesquita, com a colaboração dos integrantes da companhia, no ano de 2006,

Bailarinos: Andréa Pinheiro Fabiana Dias, Guilherme Serpa, Jomar Mesquita, Juliana Macedo, Maiara Victor, Murilo Borges, Rodrigo de Castro

Cenário: Ed Andrade

Assessoria Cênica: Júlio Maciel

Cenotécnico: Joaquim Pereira

Iluminação: Leonardo Pavanello

Técnico: Júnior da Mata

Fotografia: Guto Muniz

Assessoria Artística: Tíndaro Silvano

Coordenação: Baby Mesquita

Assessoria: Ronaldo Fraga

Assistente de Figurino: Juliana Macedo

Seleção Musical e Mixagem: Jomar Mesquita

Apoio geral e irrestrito: João Baptista Mesquita

Produção: Amora Produções Artísticas - Fábio Ramos

Coordenação Geral: Baby Mesquita

 

SERVIÇO

“DO LADO ESQUERDO DE QUEM SOBE” - COM A MIMULUS CIA. DE DANÇA

Dias 23 e 24/03. Quinta e sexta-feira, às 21h

Local: Teatro Paulo Autran

Duração: 60 minutos

Classificação: Não recomendado para menores de 10 anos.
Ingressos: R$ 40,00 (inteira). R$ 20,00 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). R$ 12,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). Ingressos à venda pelo Portal www.sescsp.org.br a partir de 14/3, às 16h30, e nas bilheterias da Rede Sesc a partir de 15/3, às 17h30. Venda limitada a quatro ingressos por pessoa. Não é permitida a entrada após o início do espetáculo. 

SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195. 
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400.
Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: Credenciados plenos no Sesc: R$ 12 nas três primeiras horas e R$ 2 a cada hora adicional. Não credenciados no Sesc: R$ 18,00 nas três primeiras horas e R$ 3 a cada hora adicional. 
Transporte Público: Metrô Faria Lima – 500m / Estação Pinheiros – 800m