OS CORVOS

blog-image
Compartilhe

Luis Arrieta e Luis Ferron levam para cena uma questão latente, a Morte, refletindo sobre o Presente sem passado ou futuro, apenas essa certeza, o Presente como sentido vital e a Morte como certeza final.

"Reza a lenda que os Corvos são mensageiros da morte. Quando me deparei a ela, pensar a morte deixou de ter o pesar pregado pela cultura ocidental e as suas crenças. Ao contrário, pensá-la me levou ao encontro da vida e fez vislumbrar um presente sem passado ou futuro, apenas a certeza do presente como sentido vital e a morte como a certeza final. Talvez os Corvos não sejam os mensageiros da morte mas, da vida." Luis Ferron.

|Ficha Técnica|

Direção: Luis Arrieta e Luis Ferron 

Intérpretes: Luis Arrieta e Luis Ferron

Projeto de Luz e operação: Mauro Martorelli

Design e operação de Som: Téo Ponciano

Músicos: 

Pedro Assad - pianista

Thiago Vilela - violoncelista

Figurino: Fause Haten

Registro Fotográfico: Clarissa Lambert

Produção: Núcleo Corpo Rastreado

Assessoria de Imprensa: Elaine Calux

 

Saiba mais sobre a programação e venda de ingressos em: https://www.sescsp.org.br/programacao/116115_OS+CORVOS