MEU SONHO ERA SER BAILARINA

Compartilhe

As manifestações culturais se expressam em diversas áreas como na música, no teatro, nos esportes e na dança. Historicamente a dança sempre se mostrou instrumento fundamental para a expressão de um povo, seja de forma religiosa, lúdica ou performática. 

O sonho da bailarina que vem lá da infância não desaparece com o passar dos anos. Muitos adultos que, por algum motivo, não tiveram a oportunidade de dançar quando crianças crescem com algum sentimento de frustração e muitas vezes acabam por repetir a inevitável frase: “Meu sonho era ser uma bailarina”.

Contrariando o que muitas pessoas pensam, a dança não é uma atividade física destinada somente a crianças e jovens.  Adultos de todas as idades podem praticar a dança sem nenhum preconceito, contribuindo para um físico saudável, além de funcionar, muitas vezes, como importante processo terapêutico e de socialização. 

Nelma Darzi, diretora artística da Escola de Dança Petite Danse, uma das mais famosas do Rio de Janeiro, acrescenta: “Tenho trabalhado com a dança por 29 anos, e durante esse período pude observar como, cada vez mais, adultos de todas as idades procuram a dança como uma atividade que substitui, significativamente, as aulas de fitness. Essa procura se deve ao grande atrativo das aulas de Ballet Clássico para adulto, onde a música, a técnica, a harmonia dos movimentos, o aspecto socializador e artístico encantam a todos. Toda essa forma de expressão proporcionada pelo Ballet Clássico facilita o aprendizado e o prazer pelo exercício físico. Atualmente podemos encontrar adultos de todas as idades e ambos os sexos praticando o ballet clássico. E esse interesse cresce a cada ano”.

Entre tantos benefícios da prática do ballet para adultos estão: Melhora na postura, alongamento e flexibilidade, memorização, disciplina, ritmo, coordenação motora, melhora da autoestima, concentração, fortalecimento muscular, criatividade e uma ótima oportunidade para se fazer novas amizades.

As apresentações cênicas também podem proporcionar grande motivação para esses alunos que antes do espetáculo demonstram certo nervosismo e ansiedade, mas após o término da apresentação, a emoção ganha cena e a felicidade toma conta do ambiente. A plateia, os aplausos e tudo que vem junto a uma apresentação de ballet transformam os alunos em grandes artistas, não importando o grau de conhecimento técnico, mas sim no prazer em dançar e estar no palco.  A prática do ballet clássico se transforma em uma grande terapia para a saúde do corpo e da mente.

Nelma também faz uma observação quanto as lesões: “Apesar da prática do ballet clássico para adulto não sofrer nenhum tipo de prejuízo ao físico, é importante lembrar que caso o aluno tenha alguma limitação física, o professor deverá ser informado. Assim, os exercícios são adaptados evitando lesões no futuro.”, diz ela.