Marcus Moreno estreia “instante-já”

blog-image
Compartilhe

Marcus Moreno estreia “instante-já

Inspirado em obra de Clarice Lispector, novo trabalho coreográfico resulta do encontro: com o tempo, com o espaço,  com diferentes corpos e modos de fazer dança.

Como captar o instante presente de um acontecimento? Quais imagens se constroem neste instante? É possível dançar uma imagem antes mesmo de conseguir nomeá-la? Estes são alguns disparadores para a criação do novo trabalho de Marcus Moreno, “instante-já”, nome que tem inspiração na obra ‘Água Viva’, da escritora Clarice Lispector, em suas poéticas que refletem sobre a passagem do tempo, contaminadas por ideias relativas à percepção, memória e produção de imagens presentes no universo das ciências cognitivas.  

Tudo que acontece no cérebro se inicia a partir de células neurônios. De um neurônio para outro há pequenos vãos, preenchidos por substâncias químicas liberadas a cada disparo de um impulso elétrico, que influenciam a produção de imagens provenientes dos sentidos e do fluxo dos nossos pensamentos. É este momento fugidio e fugaz que ‘instante-já’ tenta acessar”, revela Marcus Moreno sobre o novo trabalho.

O curso do desejo de dançar o “instante-já” se aprofundou a partir do encontro com a coreógrafa uruguaia Andrea Arobba, por meio da imersão em materiais criativos levantados ao longo de uma residência realizada no Centro de Referência da Dança (CRDSP). O trabalho também contou com as trocas artísticas com Alex Ratton, Cora Laszlo, José Artur Campos, Márcio Greyk, Patrícia Árabe e Rafaela Sahyoun, nos “Encontros Efêmeros”, realizados durante todo o processo de criação.

Por isso, Moreno define “instante-já” como resultado do encontro: “com o tempo, com o espaço, com diferentes corpos e maneiras distintas de fazer dança; um solo construído por muitas presenças, em muitos instantes”, pondera.

A temporada de estréia de “instante-já” acontece de 31 de outubro a 2 de novembro, no Centro de Referência da Dança de São Paulo - CRDSP. Depois, segue em circulação por vários espaços da cidade: ainda em novembro, faz apresentação única na manhã do dia 12/11 (10h30), no CEU Alvarenga, localizado na zona Sul, e ocupa o Centro Cultural Olido, região central, de 28 a 30/11. Em dezembro, no dia 3/12, também de manhã, vai para o CEU Vila Curuçá, zona Leste, e para o Teatro Cacilda Becker, região Oeste, em duas sextas consecutivas, dia 6 e 13/12, às 21h. A agenda de apresentações prossegue em 2020.

Além da parceria e colaboração artística de Andrea Arobba, Marcus Moreno conta com Hernandes Oliveira, na criação da luz e do espaço cênico, e com Antonio Porto na composição da trilha sonora original.

As apresentações integram o projeto Novas Efemeridades, contemplado pela 25ª Edição do Programa de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura.

________________________________________________________

Serviço:

“instante-já” – Marcus Moreno

31/10 a 2/11 (quinta a sábado, às 19h)

Centro de Referência da Dança de SP – CRDSP

Galeria Formosa - Baixos do Viaduto do Chá s/n - Centro Histórico de São Paulo | SP

Lotação: 50 lugares

12/11 (terça, às 10h30)

CEU Alvarenga

Estr. do Alvarenga, 3752 - Balneário São Francisco, São Paulo - SP

Lotação: 450 lugares

28 a 30/11 (quinta e sexta, às 20h, sábado às 19h)

Centro Cultural Olido – Sala Paissandu

Av. São João, 473 - Centro Histórico de São Paulo | SP

Lotação: 139 lugares

3/12 (terça, às 10h30)

CEU Vila Curuçá

Avenida Marechal Tito, 3452 - Jardim Miragaia, São Paulo – SP

Lotação: 450 lugares

6 e 13/12 (sextas, às 21h)

Teatro Cacilda Becker

Rua Tito, 295 - Lapa - São Paulo - SP

Lotação: 198 lugares

Classificação Indicativa: 12 anos | Duração: 60 minutos

Grátis

instagram.com/novasefemeridades

fb.me/novasefemeridades

 

Ajude-nos a manter o trabalho da Dança Brasil

Nosso jornalismo acompanha e divulga a arte da dança.

Está a serviço da arte da dança e da diversidade de opinião.

Há 27 anos Dança Brasil exercita o jornalismo transparente, fiel à verdade factual, atenta a diversidade cultural na area da dança.

Nunca antes o jornalismo se fez tão necessário e nunca dependeu tanto da contribuição de cada um dos leitores.

Faça parte da Dança Brasil assine, contribua com um veículo dedicado a produzir diariamente uma informação de qualidade, profunda e analítica.

A arte da dança agradece.

Clique no link abaixo e faça sua assinatura anual apenas R$ 55,00

https://www.paypal.com/webapps/hermes?token=32F02702HK5524050&useraction=commit&mfid=1553687958902_64c5971e79a3b