L.A. Dance Project

blog-image
Compartilhe

Vale lembrar que Benjamin Millepied foi coreógrafo do filme “Cisne Negro” e marido da atriz Natalie Portman. Millepied tem um currículo que inclui criações para grupos como o American Ballet Theatre e a direção do Balé da Ópera de Paris – tudo isso com menos de 40 anos.

Desde 2012, quando deixou o cargo de bailarino do New York City Ballet, Millepied mantém o L.A. Dance Project, uma “plataforma de criação” que se apresenta pela primeira vez no Brasil, no Teatro Alfa em São Paulo.

Sediado em Los Angeles, o grupo se dedica a um repertório contemporâneo de base clássica. Parte das obras dançadas são de coreógrafos consagrados, como William Forsythe e Merce Cunningham. A outra parte é de peças do próprio Millepied.

Quatro delas compõem o programa da tourneé brasileira, proporcionando um panorama do estilo de criação desse francês naturalizado nos EUA que, com sua aura pop, tem atraído olhares jovens para o balé e injetado novidade nessa linguagem no país.

Por aqui serão apresentadas as obras: “Orpheus Highway” (2017), “Closer” (2006), “On The Other Side” (2016) e “In Silence We Speak” (2017), um duo concebido para Janie Taylor e a gaúcha Carla Körbes, ex-primeira-bailarina do Pacific Northwest Ballet, exaltada na imprensa americana por sua musicalidade, a brasileira chocou o público ao se retirar voluntariamente do posto de primeira bailarina, ao.s 33 anos .

“Eu me aposentei não porque deixei de amar a dança, mas porque o meu corpo não acompanhava mais o ritmo de trocar de estilos de dança tão drasticamente em tão pouco tempo”, diz ela, que deixou o grupo em 2015 para se tornar diretora associada do L.A. Dance Project.

Segundo Körbes, o duo dançado por ela e Taylor é repleto de intimidade. “A ideia era explorar a relação de duas pessoas e focar em pequenos detalhes. A coreografia é simples e complexa ao mesmo tempo, e dançar com tênis em vez de sapatilhas de ponta é sempre um desafio novo para mim”, declara a bailarina.

Onde:  Teatro Alfa (r. Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro - São Paulo, tel.: 11 5693-4000.

Quando: Dias 17 e 18 de outubro, às 21h.

Quanto: De R$ 50 a R$ 200.