Entrevista com Alkis Raftis - Presidente do CID

Compartilhe

1 O que é CID Bom, primeiramente gostaria de agradecer pelo espaço nos oferecido pela revista Dança Brasil,, agradecer ao querido Ivan Grandi por sempre nos enviar os maravilhosos exemplares para o Gabinete do CID em Atenas e a nossa membro e amiga Hellen Labrinos por fazer a tradução e por ser sempre uma linha de ligação direta com o Brasil. Em breves palavras o Conselho Internacional de Dança CID é uma organização oficial que congrega todas as formas de dança em todos os países do mundo. Não governamental fundada em 1973 cujo Escritório Central está instalado em Paris, no prédio da UNESCO. Servindo como um Fórum Mundial extenso que abriga todas as organizações internacionais, nacionais e locais, bem como as pessoas ativas em dança. Representando a arte da dança em geral no conselho da Unesco, as agências locais e nacionais do Governo, internacionais organizações e instituições. Os membros participantes são as federações, associações, escolas, companhias e indivíduos. 2 Qual a principal característica do CID. Ao me vê a característica principal e o seu caráter não discriminatório, nenhuma dança seja popular ou acadêmica e melhor que a outra. Reconhecendo o caráter universal desta forma de arte, como um meio de educação, objeto de pesquisa e terapia. Refletindo os princípios da ONU e UNESCO, estando aberta para todas as formas de dança, sem discriminação de raças, crenças, religiões, filiações, políticas ou classe social. 3 Quais sãos as vantagens de ser membro do Conselho O bailarino, escolas, instituições que desejarem serem membros do CID, participarão da nossa rede que inclui milhares de especialistas de 100 países, que são muito procurados para prestação de serviços por outros membros do CID. Integrarão a lista prioritariamente e especificamente no Diretório Global da Dança (150.000 endereços.) Terão descontos nas publicações (revistas, livros, CDs, vídeos, CD-ROM, álbuns, etc.) de outros membros de organizações. Além de dicas como buscar patrocínio e suporte para montar Seções do CID. No Brasil, já contamos com duas Seções, sendo que a primeira a organizar um Congresso e a ser ativa é a Seção Campinas localizada no Estado de SP, presidente Keyla Ferrari, vice Hellen Labrinos e Vicenti Protti. 4 Fale sobre a história do CID O Conselho Internacional da Dança (CID) foi fundado com o encorajamento e apoio da UNESCO. A Assembleia Constituinte realizou-se na sede da UNESCO, em Paris, em 12 de novembro de 1973, pelo famoso coreógrafo alemão Kurt Joos, sendo eleito o primeiro presidente. As reuniões estatutárias subsequentes realizaram-se em Estocolmo em 1975 e 1982, em Colónia em 1977, em Londres em 1980 e em Paris em 1984. A CID é oficialmente reconhecida pela UNESCO como uma organização não-governamental internacional (ONGI) que representa todas as formas de dança. O reconhecimento foi concedido pela Conferência Geral da UNESCO em maio de 1975.Embora totalmente reconhecido pela UNESCO, o CID é uma organização completamente independente e não é uma divisão ou serviço da UNESCO. 5 Conte sobre o dia internacional da dança O Dia Mundial da Dança começou a ser comemorado em 1982, no dia 29 de Abril, com o fim de chamar a atenção para a arte da Dança. Um dos maiores objetivos desta data é chamar atenção para o descaso com a arte, tanto do poder público quanto do privado. Em muitos países a dança não é valorizada, e os bailarinos não têm o mínimo de certeza quanto há alguns direitos, tais quais, aposentadoria e outros auxílios. No nosso site, existem apenas uma página para esse projeto, não basta apenas dançar, devemos atuar de maneira firme, pela valorização da profissão do bailarino. Infelizmente, o nosso site não recebe materiais sobre como é comemorado no Brasil. Apesar de termos muitos profissionais, escolas e instituições membros no Brasil. Gostaria então de convocar para que nos próximos ano possamos compartilhar em nossos sites as manifestações dos membros no país. 6 como são realizados os congressos mundiais do CID Gostaria de esclarecer em primeiro lugar que o CID não organiza eventos (festivais, concursos, congressos, workshops). Os membros do CID organizam inúmeros eventos desse tipo em todo o mundo juntamente com suas seções. Os eventos aprovados pelo CID apresentam o logotipo do CID devendo ser mencionado que é Endossado pelo CID Internacional do Conselho de Dança. O reconhecimento é concedido a um número limitado de eventos por ano, apenas por carta formal. Os eventos endossados pelo CID são anunciados no site oficial do mesmo, com requisitos e padrões por ele definidos. Os eventos organizados pelos membros da CID são anunciados nas Circulares da CID. Existem alguns eventos menores que são realizados pelos profissionais ou instituições locais, porem fiquem atentos quanto ao uso do logotipo sem permissão. Também gostaria de deixar claro quanto a utilização ilegal do logotipo do CID sem permissão. Para ser endossado pelo CID, um evento deve cumprir os seguintes requisitos: - ser organizado por membros da CID - seja atendido por membros do CID (que são participantes / artistas, não espectadores) - ser sem fins lucrativos (os organizadores podem cobrir uma taxa fixa para despesas) - ser de âmbito internacional -garantir um elevado nível de qualidade - aceitar participantes independentemente da raça, religião ou afiliação política (padrões de não discriminação da UNESCO) 7 Como tem sido a adesão dos membros ao conselho e qual é a porcentagem das pessoas inativas no Brasil. Preferimos não nos pronunciarmos quanto ao número de não pagantes, porém ativos temos 278 membros. Recebemos muitas indicações de bailarinos, escolas e instituições que utilizam de forma erronia e ilegal o logotipo do Conselho, muitas pessoas se aproveitam da gestão anterior que estava em dia com suas obrigações dentro do Conselho, outras ficam membro apenas por um ano. Sabemos das dificuldades dos profissionais no mundo e no Brasil. Quero afirmar que esse procedimento prejudica os profissionais que estão dentro dos padrões e que para saber se um profissional ou instituição é membro basta acessar o site do CID ou enviar um e-mail. Algumas providencias já estão sendo tomadas quanto a isso. O CID é uma organização que existe através dessa colaboração. A UNESCO tem o Conselho Internacional de Música, o Conselho Internacional de Teatro e tem o Conselho Internacional de Dança, sendo este último o mais carente de recursos, financeiro e de pessoal. Quero agradecer aos profissionais brasileiros que continuam seguindo ao nosso lado. 8 Da situação dos bailarinos brasileiros o tem noticias Sim. Infelizmente nosso primeiro congresso mundial foi devastado, pela situação política, financeira e sanitária. Muitos bailarinos tiveram medo de viajar ao Brasil, por conta das notícias assustadoras que chegaram na época do nosso congresso. Com muito esforço a seção campinas conseguiu realizar um belo congresso, mas que foi ofuscado pelas ondas de más notícias. Sem apoio financeiro e o descaso dos agentes públicos, com a arte, principalmente com dança. Porém, o Brasil já conta com mais universidades com graduação em dança, existem maravilhosas escolas membros dos nossos quadros. Estou sempre encontrado profissionais brasileiros em nossos congressos pelo mundo, inclusive Atenas contará com alguns profissionais para o congresso de pesquisa em dança. O Brasil é um país gigante de um valor cultural inestimável, somos felizes em receber todo esse talento. 9 Quais são os maiores obstáculos dos profissionais da dança no mundo e no Brasil Não resta duvidas que ter o trabalho reconhecido é dos maiores desafios dos profissionais no mundo todo, em qualquer área que escolha, porem quando se trata do profissional da área das artes, esse desafio é bem maior. Porque historicamente se criou uma visão errônea, do qual esses profissionais não trabalham, ou que é fácil dançar, tocar, interpretar e não é bem isso. Um bailarino é ao mesmo tempo tudo isso, ele tem que entender de ritmo, tem que sentir a música com o corpo e com a alma, transmitir em emocionar o público, dizer uma palavra não é uma tarefa fácil, vai muito além do talento, requer disciplina, esforço e muito estudo. Esse reconhecimento deve ir de remuneração, seguros, auxílios desemprego, aposentadoria entre outros. Esse são grandes obstáculos no Brasil e no mundo. 10 Qual sua mensagem para nossos leitores Agradecer novamente a oportunidade que nos foi dada pelo querido amigo Ivan Grandi, a nossa querida colaboradora em Atenas, Hellen Labrinos e a todos os bailarinos que continuam acreditando no CID. Participando dos congressos, criando eventos, lutando pela valorização do profissional. Meu muito obrigado.