Dançando por alguns cantos

blog-image
Compartilhe

A Cia. Diversidança apresenta nos dias 10, 11,17 e 18 de outubro o espetáculo  “Dançando por alguns cantos”, gratuito, interativo com o público e em formato de live. Com duração de 60 minutos será transmitido na página do Facebook do grupo. A temporada completa do espetáculo tem um total de 8 (oito) apresentações. O espetáculo traz como principal inquietação artística por qual motivo as pessoas dançam. Qual a importância do ato de dançar?

Rodrigo Cândido, bailarino, diretor e idealizador deste projeto, trazia uma questão como inquietação artística, juntamente com a Cia., desde 2015: como é para o artista estar na rua, apresentar-se nas ruas? O resultado desta pesquisa originou em 2017 “Manifesto para outros Manifestos, resistir dançando por alguns cantos...”, espetáculo que ocupava espaços urbanos com apresentações de dança. Os bailarinos da Cia. apresentavam-se na rua, interagiam com o público e perguntavam às pessoas: “Por que você dança?”, uma forma de causar reflexão sobre a importância da dança não só para a própria arte, mas ao mesmo tempo para as pessoas.

Pandemia mudou o rumo do mundo. E do projeto também...

Para 2020 a idéia era realizar apresentações em diferentes espaços urbanos para “Manifesto Poético”.  Mas o advento da Pandemia mudou os rumos do projeto. E consequentemente, seu formato. “Dançando por alguns cantos” nasceu da necessidade de se falar de dança, apesar do isolamento. “Nosso desafio era transpor um intervenção urbana (um espetáculo que iria acontecer na rua) para uma realidade virtual. Decidimos então fazer um recorte de uma exibição de video do próprio espetáculo de 2017 e incluí-la em uma live. Desta forma manteríamos para o espectador um caráter urbano, de rua, e ele teria contato com uma dança no espaço urbano”, explica o diretor. Se o espetáculo original os bailarinos perguntavam às pessoas porque elas dançavam, neste, a interação vem por intermédio de um bate papo ao final do espetáculo. Nas lives, a Cia. Diversidança trará sempre um convidado artista da dança para falar sobre o motivo que o leva a dançar.

O trabalho provoca uma reflexão também para os próprios bailarinos, que se questionam sobre seu ofício a partir da pergunta “Por que você dança?”, “Quais as conquistas, lutas e perdas da dança?”, “O que temos contribuído pra dança na cidade?” “A dança pode mudar o seu mundo?”, “Qual é o papel do artista da dança na sociedade?”. O projeto problematiza o desenvolvimento dessa arte, suas conquistas e perdas, a aquisição de recursos, as fronteiras entre territórios e as diferentes linguagens. E agora também, como a dança pode intervir em tempos de distanciamento social e interação online.

Programação da temporada de Dançando por alguns cantos

Será na página da Diversidança e de espaços culturais independentes de São Paulo 

10 de outubro, sábado, às 19h. Comunidade Cultural Quilombaque https: / /www.facebook.com /quilombaque

11 de outubro, domingo, às 18h. Ateliê Residência CapãoNU https: / /www.facebook.com /capaonu

17 de outubro, sábado às 19h. Espaço Cultural CITA https: / /www.facebook.com /espacoculturalcita

18 de outubro, domingo, às 18h. Diversidança https: / /www.facebook.com /Diversidanca

 

Ajude-nos a manter o trabalho da Dança Brasil!
Nosso jornalismo acompanha e divulga a arte da dança.
Está a serviço da arte da dança e da diversidade de opinião.
Há 27 anos, a Dança Brasil exercita o jornalismo transparente, fiel à verdade factual, atenta à diversidade cultural na área da dança.
Nunca antes o jornalismo se fez tão necessário e nunca dependeu tanto da contribuição de cada um dos leitores.
Faça parte da Dança Brasil! Assine, contribua com um veículo dedicado a produzir diariamente uma informação de qualidade, profunda e analítica.
A arte da dança agradece.
Clique no link abaixo e faça sua assinatura anual por apenas R$ 55,00.
https://checkout.yapay.com.br/transacao/t7ad201b02198eb1521da9bacbcfd6980