Corredeira

blog-image
Compartilhe

Nos dias 11 e 18 de novembro, domingo, às 17h, o Sesc Santana apresenta o espetáculo de dança “Corredeira”, com o grupo Nave Gris Cia Cênica. Corredeira é água que inunda o corpo e o faz mover em busca de espaços locados na memória ancestral que se presentifica no acontecimento da dança. A corporeidade levada à cena tem sua origem nas tradições e saberes banto, em especial nas danças presentes das manifestações religiosas de matrizes africanas. É também um exercício de reflexão em torno do corpo que pretende contar a pluralidade do indivíduo, dissipado e transformado na diáspora negro-brasileira; da experiência artística e das experimentações de um corpo negro que dança. Corredeira é água que inunda o corpo e o faz mover em busca de espaços locados na memória ancestral que se presentifica no acontecimento da dança.

A Nave Gris Cia Cênica foi criada em julho de 2012, e atualmente é integrada por Kanzelumuka e Murilo De Paula, em parceria com os músicos Leandro Perez e Sandro Lima e o bailarino Fredyson Cunha. A companhia dedica-se à pesquisa e desenvolvimento de linguagens híbridas a partir de intersecções possíveis entre teatro, dança e performance, buscando, para isso, realizar trabalhos em parceria com artistas de diversas linguagens artísticas. Também tema central em seu trabalho é a pesquisa artística a partir do conceito de corpo-encruzilhada, como lugar das relações entre memória e ancestralidade, o pessoal e o coletivo, a tradição e o contemporâneo.

De 11 e 18/11. Domingos, às 17h.

Sesc Santana - Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Jd. São Paulo.

Duração: 35 min. Livre.

Local: Deck de Entrada. Grátis.

Acesso para deficientes – estacionamento – ar condicionado

Estacionamento - R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 a hora adicional - desconto para credenciados.

Para informações sobre outras programações, ligue 0800-118220 ou acesse o portal sescsp.org.br