Apos um ano e meio de crise Ballet do TMRJ volta ao palco

blog-image
Compartilhe

Depois de um ano e meio em crise, assistir ver o Balé do Teatro Municipal do Rio de Janeiro em sua própria casa é uma satisfação ainda mais com orquestra ao vivo. “Joias do Ballet” abriu a temporada 2018 do Balé do Rio, com três trabalhos de seu repertório: “Le Spectre de la Rose”, “Les Sylphides” e “Raymonda”. A produção surge as pressas após a direção verificar que por falta de recursos financeiros não teria tempo hábil para finalizar “Coppélia”, agendado inicialmente para a abertura da temporada. O espetáculo “Joias do Ballet” tem inicio com “Le Spectre de la Rose”, criada em 1911 por Michel Fokine. Quem estão no papel principal é Alef Albert e Priscila Albuquerque. Na sequencia “Les Sylphides”, de Fokine com Renata Tubarão, Filipe Moreira, Juliana Valadão e Deborah Ribeiro foram ótimos em suas performances. Para finalizar “Raymonda”, de Marius Petipa, com Cláudia Mota e Cícero Gomes, continuam em otima forma, técnica e presença de palco. Já o Corpo de Baile que contou ainda com a participação de alunos da Escola Estadual de Dança Maria Olenewa, tudo.bem ensaiado apresentando qualidade a altura do BTMRJ, onde Ana Botafogo e Cecília Kerche diretoras, mais uma vez com este espetáculo escrevem a História da dança no Brasil. Onde – Teatro Municipal do Rio de Janeiro Quando – dias JUN 23 – 16h, 24 – 17h, 29 – 19h30 E JUL 1° – 17h Ingressos - https://www.ingressorapido.com.br/event/7895/d/33573