AOS DOMINGOS EM SÃO PAULO

blog-image
Compartilhe

O palco do Teatro Extra do Itaim Bibi recebe, para curtíssima temporada aos domingos, o musical que ficou mais tempo em cartaz no mundo: “Os Romântickos” (em inglês “The Fantasticks”).

Com texto e letras de Tom Jones e música de Harvey Schmidt, o musical estreou no circuito off-Broadway de Nova York em maio de 1960 e ficou em cartaz por 42 anos consecutivos.

Escrito no período pós-guerra, o texto tem em sua forma e conteúdo forte influência dos poetas da geração Beat, encabeçados por Jack Kerouac e Allen Ginsberg e considerados os precursores do movimento hippie e da contracultura que explodiu nos anos 60.

A peça é descrita pelos próprios autores como uma “fábula jazz da geração Beat”, e em seus personagens encontramos o senso de rebeldia, subversão, boemia e o conflito de gerações presentes na obra de Kerouac e Ginsberg.

A trama é baseada na peça francesa “Les Romanesques”, de Edmond Rostand, uma espécie de “Romeu e Julieta” ao contrário, que conta a história de dois vizinhos e melhores amigos que planejam casar seus filhos  (um rapaz e uma moça sonhadores, ansiosos por se conectarem com o que há de mais profundo e puro) e para isso forjam uma briga entre si e constroem um muro separando suas casas.

Eles acreditam que proibindo os filhos de se verem, eles se apaixonarão. Há ainda, a forte figura do narrador El Gallo, que se utilizando de versos e rimas pede ao público para que use a imaginação ao segui-lo por um mundo de luar e magia.

Para compor a trilha sonora, os clássicos “Try to Remember”, “They Were You” e “Soon It’s Gonna Rain” são tão importantes quanto a própria história. É notável a influência do jazz e da música latina nas composições sofisticadas e primorosas de Harvey Schmidt, como o ritmo flamenco de “It Depends on What You Pay” e o tango de “Never Say No”.

Com o passar dos anos, “The Fantasticks” tornou-se um ícone de Nova York. Para muitas pessoas, assistir à peça ao visitar a cidade é tão importante quanto ver a Estátua da Liberdade ou o Empire State Building. Em 1992, o espetáculo ganhou o Prêmio Tony por sua excelência e continua sendo até hoje o único show Off-Broadway a ganhar um Tony.

E agora é a vez dos palcos brasileiros receberem esse espetáculo delicioso de romance e encantamento, sob direção geral de Tatiana Toyota e direção musical de Jorge de Godoy.

 

O elenco e alguns trabalhos anteriores:

  • Diego Luri, que ganhou destaque ao interpretar o personagem título de “Shrek – o musical” e esteve nos musicais “Mudança de Hábito”,  “Cinderella”, “My Fair Lady”, entre outros.
  • Marietta Pirágine, que interpretou a personagem-título da ópera “Rita” de Donizetti e participou dos musicais “Natal Mágico”, “O Mágico de Oz, entre outros.
  • Artur Volpi, que esteve nos musicais “Godspell”, “Peter Pan – Todos Podemos Voar” entre outros.
  • Rafael Marão, que esteve no elenco de “My Fair Lady”, “West Side Story”, na orquestra de “Wicked”, entre outros.
  • Fabio Robba, que atuou em “Fame”, o Musical” e produziu o espetáculo “Amor em Vermelho”.
  • Caio Blanco, que esteve junto a Cia. Dos Satyros no elenco das peças “120 Dias de Sodoma” e “Cabaré Fucô”, e nas peças “A Mulher de Branco”, “Orgulho e Preconceito”, entre outras.
  • Judah Raposo, que esteve no espetáculo “Tic Tic Tati”.

 

 

SERVIÇO:

Os Romântickos (The Fantasticks)

Teatro do Extra – R. João Cachoeira, 899 – Itaim Bibi, São Paulo – SP

Aos domingos, até 18 de junho, às 20h.

Preço: R$30,00 (meia-entrada) e R$60,00 (inteira).