Acusado de assédio, brasileiro se afasta do American Ballet Theatre

blog-image
Compartilhe

Principal nome da companhia, Marcelo Gomes foi alvo de denúncia anônima

Marcelo Gomes se afastou de suas atividades no American Ballet Theatre enquanto é investigado por assédio sexual - Evan Agostini / Evan Agostini/Invision/AP

NOVA YORK - Principal figura masculina do American Ballet Theatre (ABT), o brasileiro Marcelo Gomes, de 38 anos, se afastou de suas atividades na companhia, uma das mais importantes do mundo, enquanto é investigado por assédio sexual. O caso teria acontecido há oito anos, mas só no sábado chegou à direção da ABT. Na quinta-feira, a companhia sediada em Nova York divulgou um comunicado dizendo ter iniciado uma investigação independente depois de receber, no sábado, uma

Marcelo Gomes não se pronunciou sobre a denúncia, que, segundo a nota do ABT, não teria envolvido nenhum integrante atual ou ex-integrante da companhia. Mas uma porta-voz do bailarino, Lisa Linden, divulgou um comunicado:

“Este é um momento de reflexão para Marcelo. Ele está grato e fortalecido pelo apoio que vem recebendo da família, dos amigos e colegas. Não temos mais nada a acrescentar .”

Nascido em Manaus, Marcelo Gomes passou parte da infância e a adolescência no Rio, onde iniciou os estudou de balé. Entrou para o American Ballet Theatre em 1997, aos 18 anos, e em 2002 foi promovido a bailarino principal — o degrau mais alto na escala da companhia. Interpretou os principais papéis em produções como “O lago dos cisnes”, “O Quebra-nozes” e “A bela adormecida”, sendo sempre saudado pela crítica por sua técnica impecável, pela bela figura no palco, carisma e grande versatilidade. Na qualidade de estrela da casa, se afastou do grupo várias vezes para se juntar, como solista convidado, a produções de companhias do calibre das russas Kirov e Bolshoi e da britânica The Royal Ballet. Além disso, vinha coreografando para o ABT e é personagem de um documentário, “Anatomy of a male ballet dancer” (“Anatomia de um bailarino”), de David Barba e James Pellerito. Finalizado este ano, o longa-metragem tem estreia prevista em janeiro em Nova York.

O afastamento de Marcelo Gomes do ABT acontece menos de um mês depois de o New York City Ballet anunciar que seu diretor Peter Martins tiraria uma licença enquanto era alvo de investigação por assédio sexual.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/cultura/acusado-de-assedio-brasileiro-se-afasta-do-american-ballet-theatre-1-22220491#ixzz51ziTdmdv

FOTOS DE CAPA - KEN BROWAR